Advogado do escritório participa da homenagem a Ozires Silva, fundador da Embraer

  • Por: Cerdeira Rocha

No último dia 19/08, a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, por iniciativa da deputada Leticia Aguiar (PSL), concedeu sua maior honraria, o Colar de Honra ao Mérito Legislativo do Estado de São Paulo, ao Engenheiro Ozires Silva. Tal homenagem decorreu de sua imensa contribuição à Indústria Aeroespacial Brasileira, notadamente por ter sido um dos fundadores da EMBRAER que completou, no mesmo dia, 50 anos de sua fundação.

A sessão solene marcou a história da Assembleia Legislativa, ao homenagear um pioneiro da aviação mundial, que ao lado de Santos Dumont e do Brigadeiro Casimiro Montenegro (criador do ITA e do DCTA), colocaram o Brasil na rota da aviação, da engenharia e da indústria aeronáutica e aeroespacial no mundo.

O advogado Carlos Barbosa, Head de Aviação Civil do Escritório Cerdeira Rocha, esteve presente ao evento, que também contou com a presença de autoridades das Forças Armadas, do Poder Legislativo e profissionais do setor.

Para Barbosa, “Ozires representa o Brasil em sua melhor concepção. Com seu espírito visionário e empreendedor, fez decolar um grande sonho, dando início à indústria aeronáutica brasileira, através da Embraer, que hoje é reconhecida como uma das três maiores fabricantes de aviões do mundo.”

Biografia
Ozires Silva – Nascido em Bauru, é coronel da aeronáutica, engenheiro militar formado pelo ITA. Destaca-se por sua contribuição no desenvolvimento da indústria aeronáutica brasileira. Liderou a equipe que projetou e construiu o avião Bandeirante, o primeiro desenvolvido e produzido no Brasil. Liderou em 1969 o grupo que promoveu a criação da Embraer, uma das maiores empresas aeroespaciais do mundo. Deu início à produção industrial de aviões no Brasil. Presidiu a empresa até 1986, quando aceitou o desafio de ser presidente da Petrobras, onde atuou até 1989. Em 1990, assumiu o Ministério da Infraestrutura e, em 1991, retornou à Embraer, desempenhando um papel importante na condução do processo de privatização da empresa, concluído em 1994. Foi presidente da VARIG e de outras grandes empresas e grupos de educação.

Postado em: Notícias